sábado, 29 de março de 2014


Título original: The Shining

Sinopse:

Jack Torrance vê-se forçado a aceitar um trabalho como zelador de Inverno do Overlook, um enorme hotel nas montanhas do Colorado, um lugar que queda absolutamente isolado pela neve entre Novembro e Março. Embora a vida nessas condições de isolamento não pareça fácil, para Jack é uma oportunidade perfeita para reconquistar a sua mulher Wendy e o seu filho Danny, e para retomar o seu trabalho de escritor. Mas a família não está exactamente sozinha no Overlook. Os terríveis acontecimentos que sucederam no hotel no passado vão-se assenhorando lentamente do presente dos seus novos ocupantes até os levar a uma situação aterradora, da qual talvez nenhum deles possa escapar...

Opinião:

A Luz é uma presença constante em qualquer lista dos mais conceituados livros de Stephen King. Foi inclusive adaptado ao cinema em 1980 pelas mãos de Stanley Kubrick, tendo Jack Nicholson no papel principal, filme esse considerado por muitos como um clássico. Já estava na minha lista de espera há imenso tempo mas, chegado ao fim, apenas fiquei com um sentimento de desilusão.

Ao contrário do que aconteceu com outras leituras do mesmo autor, deparei-me com uma grande dificuldade em deixar-me levar pela história. Não que a escrita seja muito complexa ou até mesmo má: muito pelo contrário, o estilo de King mantém-se. O problema foi o ritmo. Os eventos mais significativos demoravam demasiado a surgir e, quando surgiam, eram quase instantâneos (embora efectivamente arrepiantes, bem à maneira do autor). Mais de metade do livro podia ter sido condensado de melhor forma, o que arrastou demasiado a leitura.

Contudo, é igualmente verdade que pouco a pouco a relação entre as personagens foi evoluindo de forma subtil até o clímax que, apesar de não ter estado muito aquém do esperado (mesmo não tendo visto o filme), foi o suficientemente interessante para ter valido a pena chegar até aí.

Destaco ainda os capítulos sob a perspectiva de Danny, o filho de cinco anos, que foram aqueles que mais interesse me suscitaram, não só pelo seu dom mas porque o autor conseguiu descrever fielmente a forma de olhar o mundo de uma criança dessa idade confrontada com situações como o divórcio, o alcoolismo ou o próprio medo.

Tendo ficado muito aquém das expectativas, a minha opinião sobre A Luz está em contra da opinião popular. Definitivamente não é dos meus livros preferidos de Stephen King, mas ainda assim pretendo ler a sua recente sequela, Doctor Sleep.

Classificação: 3/5

14 comentários:

  1. Olá!

    Interessante a tua opinião. Nunca li nada do Stephen King e estou tentada a experimentar, mas como não sei muito bem por onde começar, tenho andado a investigar opiniões :p

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um autor que recomendo, mas é verdade que alguns dos seus livros são mais fracos que outros. O melhor que já li dele (e ainda me falta descobrir muita da sua obra) é, sem dúvida, Misery :)

      Eliminar
  2. Ois José,

    Partilho da tua opinião, livro demasiado descritivo sem grandes acontecimentos e não gostei muito apenas li este e outro do escritor, como já te tinha referido e dai dizer que ainda não li um livro que me tivesse cativado do escritor, mas tenho Insónia e outros por ler.

    Se a Berthand publicar todos os livros da serie Torre Negra então devo apostar nesses tambem :)

    Abraço e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era bom que a Bertrand publicasse essa série... Tenho reparado que ainda não há muitos livros dele traduzidos cá :(

      Eliminar
  3. Ainda não li nada de Stephen King e quero muito fazê-lo, mas não devo começar por este hehe :P
    Gostei da tua opinião :)

    ResponderEliminar
  4. Hey :)

    É pena que não tenhas gostado muito do livro. Da primeira vez que tentei lê-lo, também não consegui deixar-me levar e acabei por interromper a leituras, mas da segunda vez que li gostei. Mas concordo contigo, por vezes é demasiado descritivo e acabas por pensar que há coisas que poderiam ter sido cortadas ou pelo menos condensadas de outra forma.

    Tenho muita curiosidade em relação ao Misery. Acho que vai ser a minha próxima leitura dele ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Misery é fantástico! Espero que gostes! :D

      Eliminar
  5. Com o título "A Luz" nem estava a associar ao "The Shining"... Vi o filme há uns tempos, e achei que seria engraçado ler o livro. É uma história que podia estar muito bem conseguida em termos de escrita, tenho pena que tenhas tido dificuldade em deixares-te levar pela história.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se quiseres experimentar, o livro está disponível na biblioteca da faculdade :)
      Talvez tenha sido das expectativas :/

      Eliminar
  6. Olá!! Passei por aqui e adorei o blog e já estou a seguir!! Criei recentemente o meu e gostaria se pudesses passar lá e talvez seguir!

    Sobre o post, o livro parece mesmo interessante, talvez ainda o leia! :)

    johnsreportblog.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Antes de mais, bem-vindo e obrigado! Vou passar agora pelo teu :D
      Como disse no fim da opinião, a minha está em contra do que é hábito, portanto nada melhor do que experimentares ainda assim :)

      Eliminar
  7. A minha opinião coincide bastante com a tua. Só que este foi mesmo o primeiro livro que li do Stephen King e por isso não me deixou muito interessada em ler mais. Mas como tenho aqui mais dois do autor, é provável que lhe dê outra oportunidade.
    Só não fazia ideia que o Doctor Sleep era sequela deste. Interessante ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que vale bem a pena dares outra oportunidade ao autor. Não posso deixar de recomendar o Misery, que também já foi adaptado ao cinema :)

      Eliminar

Pesquisar